8 de mai de 2012

Perda de uma mãe - Relação infinita


Três beijos e um sonho. Faz dezesseis anos que você partiu em sua viagem sem volta. Neste dia o sol se pôs, a lua e as estrelas cintilaram no céu, mas em meu ser uma nuvem espessa transbordou em lágrimas. Não mais uma menina indefesa que nem sequer podia imaginar perdê-la, mas uma jovem mulher, mãe de suas netas.

A certeza da perda eterna na manhã seguinte aportou em meu ser que teimava em não querer acordar para a vida sem você (mãe). Entretanto, no suceder dos dias, anos, a sua lembrança querida foi pouco a pouco se transformando numa doce saudade. Em muitos momentos, sua voz, expressões vêm à minha mente. Momentos em que a dor das feridas cotidianas me dilaceram, sua presença em minha mente me faz recordar suas angústias e alegrias e reconheço o quanto tudo é fugaz.

São muitas as lembranças sobre a vida compartilhada. O caminho trilhado conta uma história. Nesta história sinto-me tão próxima e tão distante de você (mãe), viva ou morta, esses momentos se revezam. Quando viva, em minha pequenez de menina, enrolava-me em seu colo quando o medo me acometia. Que medo? Não sei. Era sempre você o meu porto seguro. Na adolescência, ah! Quanta distância! Entre amigos, festas e passeios sua presença era a censura. Todavia, na vida adulta, reencontro-me e vejo em você não meu porto seguro, mas a certeza do aconchego e do pertencimento. Sim, pertencer; fazer parte, sentir-me amada e valorizada.

Hoje, sinto bem- estar em ser a pessoa que sou. Você, mãe, acompanhou muitos dos meus passos, deu-me asas para voar e poder pousar em minhas escolhas. Escolhas nas quais tive que ser responsável pelas conseqüências, tivessem sido elas positivas ou negativas.

Você partiu e deixou comigo o amor que atravessa os tempos, o amor à vida, à humanidade. Em minha história, mãe, você esteve e estará sempre presente e nesta manhã recebi mais um inesquecível presente, seus três beijos em meu sonho e o sentimento renovado do pertencimento.

2 comentários:

  1. Claudinha!!!Sei da seriedade do seu trabalho e o qto é talentosa e comprometida. Suas peças são lindas, amo!!! Seu blog tá mto show!!!
    me sinto privilegiada em fazer parte da sua vida como amiga e cliente. Bjs e mto sucesso!!!
    Arinea Vinagre

    ResponderExcluir
  2. ser chic...acredito em ser sóbrio, elegante, ser sociável e tudo quanto vc põe dentro disso em tua vida resplandece,
    não mais encaro, jóias, semi-jóias ou aquela bijuteria prática como adorno e sim como a impressão de teu gosto para emoldurar-se...amiga Caudinha, sou fã de tua arte, como sou fã de todos aqueles que se acreditam e correm atrás, não subestime tua capacidade por opiniões de terceiros, se ame e ame esse dom inato que JESUS te deu, emoldure o rosto das mulheres, faça-nos nos homens admirar esse conjunto que vc tão bem realça...DEUS te abençoe

    ResponderExcluir

Deixe seu recado:

Mulher e seus sonhos

Mulher e seus sonhos
‎"É difícil não ser o que não somos, se não somos nada além disso." Hugo Dalmon