Mostrando postagens com marcador DIA DOS NAMORADOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador DIA DOS NAMORADOS. Mostrar todas as postagens

4 de jun de 2012

Dicas de presente - Dia dos namorados.



Dicas de presente - Dia dos namorados.

O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.
Cora Coralina










DIA DOS NAMORADOS



Presentes para seu amor eterno amor - Dia dos namorados.





22 de mai de 2011

Aprenda a coordenar os acessórios com cada tipo de rosto.

Brincos para cada tipo de rosto
Aprenda a coordenar os acessórios com cada tipo de rosto. Se você é do tipo de pessoa que está sempre com dúvida na hora de comprar um acessório e não sabe com qual estilo, formato ou tamanho de brinco, anel ou colar fica melhor no seu porte físico, aí vão algumas dicas imperdíveis para você ficar ainda mais bonita na hora de sair de casa e não errar na hora da escolha.


Um par de brincos, por exemplo, é um acessório indispensável para toda e qualquer mulher. O modelo certo deve combinar perfeitamente com o traje a ser vestido e o segredo básico para esse acessório é escolher aquele que favoreça diretamente o formato do rosto, pescoço, orelhas e corte de cabelo.
Veja algumas dicas de cor e tipos de brincos.
- Os brincos do tipo botão tendem a enfatizar o nariz e o queixo, por isso quem tem uma dessas partes do rosto em tamanho mais elevado melhor passar bem longe desse modelo de brinco.
- Já os brincos dourados, por exemplo, podem ser usados por qualquer tipo de pessoa, pois este combina com vários tons de pele.
- Brincos prateados foscos tendem a combinar somente com pessoas morenas, acastanhadas e negras.
- Brincos longos ajudam a alongar visualmente o rosto e tendem a desfavorecer as mulheres quem possuem roto mais comprido. Podem combinar com vários tipos de golas e decotes como, por exemplo: decote V, redondo, de um ombro só, tomara que caia e golas pólo.
-Brincos em ouro brilhante ou de pérola são adequados para produções mais sociais e elegantes.
- Os de argola que são muito usados pelas mulheres combinam com todos os formatos de rosto, mas devem ser usados com looks mais esportivos.
Rosto Triangular - O rosto triangular combina com brincos pequenos, circulares e largos. E devem ser evitados os brincos mais pontudos e angulares
Rosto redondo - O rosto redondo possibilita várias opções de uso como: brincos grandes, longos, quadrados, em formato de pingente, angulares e até mesmo os bem assimétricos.
Deixe de lado: os pequenos e argolas muito grandes.
Rosto quadrado - Já o rosto quadrado pede brincos longos, geométricos e largos, devendo evitar sempre os brincos redondos, triangulares e pequenos.
Rosto oval - O rosto oval combina com brincos redondos, largos e ovais.
Evite: brincos bem estreitos e com elementos pendurados.
Rosto miúdo - O rosto miúdo pede acessórios que tendem a paliar o rosto como brincos volumosos e de espessura grossa.
Para quem tem esse formato de rosto evite os brincos de pequeno porte e os que são compridos de mais.
Rosto graúdo - Caem bem: os brincos pingentes, argolas e de formato oval.
Deixe de lado: os pequenos e com formatos geométricos.
Rosto envelhecido com rugas - O rosto envelhecido com rugas deve ser prestado muita atenção pois este exige brincos de formatos menores e de preferência os de tons dourados e brilhantes para dar um aspecto rejuvenescido e elegante.
Pessoas assim nunca devem colocar brincos grandes e volumosos, pois estes tendem a chamar atençao dos olhares diretamente para o rosto.
Rosto longo - Caem bem: os brincos em formato chuveiro, aqueles redondinhos que tenham maior volume.
Deixe de lado: os modelos de pingentes longos.
Para quem usa óculos - Para quem tem que fazer o uso dos óculos diariamente você deve optar por brincos pequenos, em metal ou ouro, que combinem com a roupa, e não com os óculos. Tente evitar os brincos de tamanhos grandes ou aqueles modelos que sejam parecidos com a armação dos óculos.

Mulher e seus sonhos

Mulher e seus sonhos
‎"É difícil não ser o que não somos, se não somos nada além disso." Hugo Dalmon